top of page

Quer começar no mercado das criptomoedas? Veja como investir e cuidados a tomar

Existem pelo menos cinco maneiras de investir em criptomoedas: corretora convencional, fundo de investimento, bolsa de valores, p2p e exchanges descentralizadas.


Os especialistas não negam que existam riscos, mas afirmam que há formas de amenizá-los. De um lado, a volatilidade pode ser amortecida pelo tamanho do lote: quanto mais variada a carteira, menores seriam as chances de tombo. De outro, o investidor precisa pesquisar a reputação das empresas antes de negociar, para fugir de possíveis golpes de pirâmide, e aprender como guardar suas próprias moedas para escapar de hackers. Já ao negociar com um vendedor independente, na modalidade conhecida como p2p (peer-to-peer), onde prevalece o boca-a-boca, o cuidado deve ser redobrado.


Jéssica Lima, que atua nesse mercado desde 2017, diz ter clientes de todos os perfis, de traders experientes que buscam lucrar com arbitragem a novatos que preferem a agilidade de mandar o dinheiro e receber a criptomoeda na hora. “Busque referências, pessoas de renome, e tome cuidado com fakes”, alerta Jéssica, que diz ter sido alvo de diversos golpistas em 2017, durante a última grande alta do bitcoin. Ela pede atenção especialmente com possíveis perfis falsos em redes sociais.



38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page